Google+ Badge

terça-feira, 12 de março de 2013

Perigo de Guerra Termonuclear - A China e seu aliado rebelde



A China e seu aliado rebelde.
Galera por favor da um LIKE ae no Face - TKS!


 Jessika G. A. Smuts

Durante muitos anos a Coréia do Norte vem irritando o seu protetor que é a República Popular da China, também conhecida simplesmente como China, que é o maior país da Ásia Oriental e o mais populoso do mundo, com mais de 1,3 bilhão de habitantes, e que tem cerca de um sétimo da população da Terra.

A Coréia do Norte vem realizando raptos de pescadores chineses, realizando testes nucleares, além dos lançamentos de foguetes, em comportamento considerado errático pelo país que se considera o pai de um adolescente e começa a encontrar dificuldades em controlar os passos do garoto.

A China sempre tem realizado interferências na Organização das Nações Unidas objetivando temperar as punições contra Pyongyang, e até ajudou a contornar as sanções.

Porém, após o terceiro teste nuclear em fevereiro, a decisão unilateral em abandonar o armistício que pôs fim a Guerra da Coréia e as ameaças de atacar os Estados Unidos da América com armas nucleares, realmente passou dos limites.

Então, mesmo com restrições o adolescente vai ser punido, Pequim aprovou as sanções da Organização das Nações Unidas contra a Coréia do Norte. Seu embaixador na ONU declarou o compromisso chinês de “salvaguardar a paz e estabilidade na península coreana".

Como um protetor, as próprias empresas chinesas têm ajudado os norte-coreanos a escapar das sanções, porém, agora Pequim não mais ira diluir o grau de punição imposta contra Pyongyang.
Apesar de Pequim achar que:

Por mais difícil que é viver com a Coreia do Norte, pode ser mais difícil viver sem ela”.


Nenhum comentário: