Google+ Badge

domingo, 5 de janeiro de 2014

O Dia que Mataram Adolf Hitler





*Otávio César Pompeu de Toledo

"When we are planning for posterity, we ought to remember that virtue is not hereditary." –Thomas Paine, Common Sense, 1776

— Yael. Vamos ao Shopping fazer compras.

Disse enfaticamente a Seren Anne, capitã aviadora e piloto artilheiro de helicóptero de ataque Apache da Força Aérea de Israel.

Anne sempre animada, uma garota muito charmosa e que sempre chama a atenção por seus lindos cabelos ruivos, olhos verdes e simpatia marcante.

Com certeza um convite irresistível, pois qual garota não curte fazer compras e paquerar em Shopping?

— “Simborá para as compras”.

— Preciso de um vestido arrasador para o jantar beneficente de sábado. respondeu Yael, na forma abrasileirada que sempre faz Anne sorrir muito.

Anne garota simples, porém, de família abastada, filha de magnata do setor joalheiro de Antuérpia na região de Flandres na Bélgica, foi logo se adiantando e ambas foram rumo às compras.

No dia seguinte tinham ordens de se apresentar na Base Aérea de Palmachim, chegaram as 16:30 hrs, exatamente trinta minutos antes do horário determinado. A segurança estava redobrada e em alerta total, a base estava super agitada e movimentada.

Após passarem por três portões com seguranças fortemente armados, chegaram ao prédio onde se encontra os alojamentos, com uma grande parede de vidros brindados onde atrás se postavam novos seguranças conferindo a documentação dos visitantes, mostraram os crachás e as portas foram destravadas .

— Oi Eva, cumprimentou Yael enquanto adentrava, depois das saudações regulamentares.

— Eva, oi. O pessoal já chegou, porém, vocês conhecem onde ir, correto?


Parte II
O Apache Ganha os Céus


Final de tarde chuvoso, o Apache estava estacionado na Base Aérea de Palmachim, na costa do Mediterrâneo, funcionários norte americanos da NSA, altos Oficiais da USAF e da IDF estavam há dois dias sem dormir, preparando o lançamento do veículo de lançamento espacial, Shavit que utiliza a órbita retrógrada que transportaria um satélite espião e também de “carona” um estranho objeto, mais especificamente uma caixa retangular de mais ou menos um metro de comprimento por 45 cms de altura com quatro potentes antenas.

O grande movimento na Base e no Espaçoporto não atrapalhava os cientistas que estavam trabalhando em experimentos relacionados na “Teoria das Cordas” e para alguns estavam preparando a fabulosa arma secreta “Ação de Tel Aviv”, outros dizem que estavam também utilizando experimentos sobre a “Teoria do Caos” que foi estudada inicialmente por Edward Lorenz em 1963, tudo isso no PalmLab, laboratório altamente confidencial que funciona nos subterrâneos da Base.

Parte III
Palmlab - O Laboratório

Israel que possui o maior número de prêmios Nobel nas áreas das ciências, criou o maior laboratório de pesquisas jamais visto.
O super secreto laboratório de Palmachim - (Palmlab) com 30 andares subterrâneos, construído sob a Base Aérea de Palmachim, nesta edificação trabalham cientistas de várias partes do mundo, incluindo os maiores cientistas do Instituto Weizmann da Ciência.
O trabalho neste laboratório envolve especialistas em todas as áreas do conhecimento, tais como matemáticos, físicos, físicos nucleares, químicos, engenheiros aeronáuticos e espaciais alem dos especialistas da IDF.
Doutores e especialistas em física da matéria condensada, física do estado sólido, física atômica, física molecular, química computacional, química quântica, física de partículas, e física nuclear também a nanotecnologia em seu aspecto mais amplo.
Partícula do Armageddon Enquanto cientistas ocidentais tentam a muito encontrar o Bóson de Higgs, Israel já encontrou a partícula do Armageddon.
No ultimo piso ou 30ª Andar Inferior do Palmlab, foram construídos uma usina e um gerador nuclear que fornecem a eletricidade para todo o edifício.
No andar menos 29, estão instalados três modernos supercomputadores de última geração e mais um acelerador de partículas.

Parte III
A Preparação do Apache

O Apache estava sendo preparado por técnicos e especialistas da IMI “Israel Military Industries” para testar a adoção do Novo Sistema de Mísseis, além do Helfire, o fantástico míssil de cruzeiro Delilah que é projetado para atacar alvos móveis e re-localizáveis, tanto contra alvos marítimos ou terrestres, com uma fabulosa capacidade de manobras e com um alcance de 250 Km equipado com várias ogivas. 

Até esta data ele só havia sido utilizado nos caças israelenses;

Aos exatos 25 minutos das 19:00 hrs os motores do Apache são acionados pela Comandante Capitã Yael que estava acompanhada pela Piloto Artilheiro Capitã Anne, após as checagens de rotina incluindo os equipamentos de visão noturna, o Apache ganha os céus.
Seu objetivo atingir um alvo móvel sobre o Mediterrâneo.


Parte IV
O Shavit é Lançado



Dez minutos após o Apache subir aos céus termina a contagem regressiva para o lançamento do veículo de lançamento espacial Shavit.

O lançamento aparentemente é feito com sucesso, porém, um minuto após a ignição dos propulsores de combustível sólido e químico, um fato impressionante ocorre, o mini satélite (projeto altamente secreto) que estava “teoricamente” de carona, é acionado acidentalmente.

Estranhos lasers são lançados, os propelentes utilizados pelos propulsores principais entram em colapso. O céu que estava carregado de eletricidade ao receber estranha carga cria um vórtice temporal.

Um mais estranho e gigantesco redemoinho é criado, raios cruzam o espaço e o Apache que se encontrava na área é arrastado para o seu centro e desaparece em uma fração de segundos.


     

Parte V
Teoria do Campo Unificado de Einstein


Imagine-se em uma viagem contra o tempo, durante anos você voa rumo ao passado, tudo sem enxergar nada ao seu redor, seu corpo em um giro frenético, o sol e a lua se revessam nesse frenesi de voltas, sumindo e voltando.

Na verdade o Apache se encontra no centro de um bizarro buraco negro, em um anel de neutros girando tão velozmente que a força centrifuga o mantém intacto sem colapsar sob a gravidade atuando como o Espelho de Alice.

Neste ponto o Apache se encontra no buraco de minhoca, conectando duas regiões do tempo/espaço e entra em um universo alternado, encontrando a solução para as equações de Einstein e estava voando mais rápido que a velocidade da luz devido às condições incomuns encontradas e a grande energia acumulada na explosão do satélite.

Da mesma forma que o apache entrou na espiral em questão de segundos esta voando normalmente em um lindo céu azul, para espanto da Comandante Yael e sua piloto artilheiro Anne.



Parte VI
Céu Azul e dois Focke-Wulf Fw 190
O "Würger"




Focke-Wulf Fw 190 - Imagem Ilustrativa

Após o momento de susto inicial, o painel do Apache se estabiliza após sair das múltiplas espirais, e indica a exata localização do mesmo: Berlin, dia 30 de abril de 1945.

Ocasião em que Anne pergunta:

Foi um sonho Yael?  Parece que nós íamos ao encontro de Hashen.

Neste instante é interrompida por um barulho de motores a pistão de duas aeronaves antigas.

Veja são dois Focke-Wulf Fw 190, o "Würger", o "pássaro açougueiro", estamos em algum show aéreo? Pergunta Anne.

Atordoados os pilotos alemães colocam máxima potência nos motores radiais das “Aves de Rapina” (como eram conhecidos os Würgers) e disparam seus quatro canhões e duas metralhadoras, tacando fogo total no Apache.

A capitã Yael, comandante experiente, tendo inclusive contrato com a Boeing Company, (fabricante do Apache), para realizar apresentações para nações potenciais compradoras do equipamento, manobra seu helicóptero suavemente o colocando na posição ideal para capitã Anne com dois disparos certeiros transformar os Würgers em duas bolas de fogo iluminando o céu.



Parte VII
Reichskanzlei
A Chancelaria do Reich

Sob o céu de Berlin

— Já que estamos aqui vamos completar o serviço.
Diz Yael dirigindo se ao Reichskanzlei, a Chancelaria de Hitler.

Após um voo pairado sobre o edifício, o Apache manobra sai e dispara os mísseis Hellfire e para garantir também o Delilah;

Colocando um final na carreira de um líder político que deixou um nefasto legado para a humanidade e do absurdo e bestial sacrifício de vidas.

Acabando com o Grande Reich Germânico que impôs durante doze anos seu regime autoritário.

*Otávio César Pompeu de Toledo é jornalista especializado em estranhas teorias. 









Nenhum comentário: