Google+ Badge

sexta-feira, 15 de março de 2013

Cuba - Sequestros de aeronaves e o comunista brasileiro folgado...


Os bordéis florescem. A maioria das industrias crescem ao redor deles. Os funcionários do governo recebem gorjetas enquanto a polícia coleta o dinheiro da proteção. Prostitutas podem ser vistas nas esquinas, vagando pelas ruas ou inclinando-se das janelas. Um relatório estima que 11.500 delas atuam em Havana. Para além dos subúrbios da capital, afastado das máquinas de jogar, encontra-se um dos mais pobres e mais belos países do Mundo Ocidental. - David Detzer – visitando Havana em 1950.


Jessika G. A. Smuts



Retrato do Brasil – Lembranças e Lições para jovens (e velhos) esquerdistas.

Cuba é a casa de mais de 11 milhões de pessoas escravizadas e o país ilha mais populoso do Caribe e foi transformado em uma nação feudal miserável, após a derrubada do regime ditatorial de Fulgêncio Batista assume o ditador e imperador Fidel Castro, imperador que passou o governo (e o trono) a seu irmão, o ditador Raul Castro.

Pobre Cuba pobre, oito anos mais velha que o Brasil, pois em 1492, foi descoberta por Cristóvão Colombo, e passou ao Reino da Espanha. No início do século XX foi declarada a sua Independência, a partir daí, só ditadores. Um após outro até os dias atuais.

Mas, no final da década de sessenta, início da década de setenta, o mundo vive a “Guerra Fria”, Cuba passa a ser um satélite do regime soviético, tendo em vista que os esquerdistas necessitam muito de um líder a seguir, vide os esquerdistas brasileiros que amam o Hugo Chávez Frias.

Mas Cuba tem muito pouco a oferecer aos soviéticos, só tem canavial e consequentemente açúcar. Então Fidel se propõe a treinar terroristas do resto do mundo e envia soldados para ajudar comunistas na África.

E o Brasil? É amigo de Cuba nesta época?

O Brasil não faz parte do rol dos amigos de Cuba, inclusive seus cidadãos não tem permissão para visitar a Ilha, pois não mantem relações diplomáticas com o governo que fuzila seus compatriotas inimigos no famoso "Paredon".

Cuba então resolve também a treinar terroristas para a tomada de poder no Brasil. Porque não enviou soldados para invadir o Brasil com fez na Africa? Porque no Brasil a cobra ia fumar, o governo era militar, e não tinha “disque me disque” aqui não tinha vaga para cubano e soviético não.

Mas voltemos a Cuba... O ano é 1968.

Esta apesar de ser um satélite soviético, vive na mais extrema penúria, seu produto de exportação é a ideologia comunista e o terrorismo e para completar o açúcar.

Então Fidel pensa, pensa, pensa e resolve arrumar um novo produto de exportação.

O apoderamento ilícito de aeronaves alheias. Também chamado de Sequestro de Aeronaves.

Pois é... Fidel organiza e incentiva o sequestro na aviação comercial mundial. Cada aeronave desviada para Cuba lhe renderia uma boa quantidade de dinheiro com a devolução.

O Sequestro de Aeronaves alem de comprometer a aviação comercial (transportam civis) é um dos crimes mais violentos e mais impressionantes de todos os tempos, pois envolve e coloca em perigo um numero imensurável de pessoas que são vítimas deste crime.

Ai vem um esperto esquerdista brasileiro e sequestra um Boeing 737 da Vasp, o esperto comuna armado com uma pistola e um vidro contendo uma substância que ele dizia ser nitroglicerina. E o Boeing foi conduzido para Cuba.






Lá chegando o comuna é recebido com festas, muitas festas, o novo herói cubano desfila em carro (bem velho) aberto, é alojado em uma residência oficial, aliás, todas as residências eram oficiais, tudo do estado cubano.

Viveu seis meses como bom convidado, a sua fama de herói foi se diluindo com o tempo. Ao completar os seis meses recebeu o “convite oficial” das mãos de dois soldados cubanos.

- El hermano tiene que ayudar a la revolución, tenemos que trabajar, viva Fidel.
O comuna brasileiro experto pensou com seus botões e foi logo dizendo:

- Tudo ótimo eu sou bancário no Brasil, onde me apresento para o trabalho?

- Você deve se apresentar no canavial a dez quilômetros de distância daqui. Responde um dos cubanos.

-Como faço para chegar lá? Quem vai me levar? Pergunta o folgado

-Você tem que ir andando a pé, como fazem todos os trabalhadores da ilha. Diz o cubano.

-Mas o escritório em que vou trabalhar fica lá na plantação mesmo?

- Você vai cortar cana para pagar sua estadia. Diz o companheiro comuna.

Três dias depois o comuna brasileiro preferiu voltar e “corta a cana” na prisão brasileira...

Diante do número de sequestros no Brasil, rapidamente o Governo Brasileiro determinou que nenhuma aeronave levantaria voo em solo brasileiro com sequestradores a bordo.

Diversas reuniões foram realizadas no mundo e documentos internacionais foram elaborados e com a cooperação mundial foi feita a repressão a tal crime.

Entre tais documentos destacam-se a Convenção da Haia, celebrada em 16 de dezembro de 1970 e a Convenção de Montreal, concluída em 23 de setembro de 1971, ambas ratificadas pelo Brasil, que deu cumprimento ao compromisso internacional, introduzindo em sua legislação, especificamente, a incriminação do fato, através da Lei nº 5.786, de 27.6.1972.


 * Jessika G. A. Smuts é brasileira/israelense, jornalista, escritora, militar e pilota um helicóptero AH-64D. 



Nota do editor: Comuna = Comunista


Foto: AirplanePictures.net







Artigos da Autora:


USA - Afinal qual SEAL matou Bin Laden?

No Guts, No Glory - Sem coragem sem glória - "Quando em dúvida - ataque!"

CNBB segue caminho oposto ao Papa e perde uma excelente oportunidade para ficar quieta.

Iron Dome - O bebê marroquino que se tornou herói em Israel...

USA - O dia em que a Delta Airlines perdeu duas clientes...

USA - Drones - A Guerra moderna e os Pilotos de Escritório... Parte I

USA - Drones - A Guerra moderna e os Pilotos deEscritório... Parte II

Cuba - Sequestros de aeronaves e o comuna brasileiro folgado...

Argentina, Reino Unido, USA e os iranianos - Falklands/Malvinas a verdade

Saudades do Brasil- Advogados "Geladeira"

Perigo de Guerra Termonuclear - A China e seu aliado rebelde

FX-2 - Copa do Mundo - Terroristas podem utilizar um Learjet armado para atacar?

Estados Unidos da América pode abandonar o caça F-35 - Você acredita nisso?

Argentina - USA - Itaipu e o RegimeMilitar Brasileiro

O dia que o Fanfarrão amarelou



Opine em nosso Facebook

Nenhum comentário: