Google+ Badge

sábado, 22 de junho de 2013

Brasil esta acordando. FIFA depois de ferrar o Brasil agora se ferra no Brasil ...

















Patrocinadores já estão preocupados em veicular suas marcas junto com a marca FIFA no Brasil.

Aliás a própria FIFA esconde sua marca.




Segundo o Jornal " O Estado de São Paulo", a FIFA já esta tendo grandes prejuízos com a "Revolução dos Vinte Centavos", promovida pelos jovens brasileiros que ficaram indignados com o Governo Federal que para atender o "ego" do ex presidente "Lula da Silva", deixou de investir em áreas fundamentais para o bem estar da população, tais como Saúde, Educação, Segurança, e principalmente o povo brasileiro já não aguenta tanta CORRUPÇÃO dentro do governo e dos políticos que desviam bilhões de dólares do erário público para seus bolsos.

Veja parte do que diz a reportagem do jornal O Estado de São Paulo:

PATROCINADORES 

Fontes na Fifa também dizem que patrocinadores estão preocupados com a repercussão negativa para suas marcas. Muitos prefeririam ver uma transferência da fase final da Copa das Confederações para outro país do que um desastre no Brasil.

Nos últimos dias, patrocinadores têm feito queixas à entidade por não dar garantias a seus convidados, um dos pontos centrais dos acordos. Operações de marketing foram canceladas e, segundo empresas, mesmo que o torneio chegue ao final, os prejuízos serão grandes.

Oficialmente, porém, as empresas se recusam a comentar os problemas. A Coca-Cola, em nota, afirmou que "os eventos vão colaborar para o desenvolvimento econômico e social do país" e que "manifestações públicas e pacíficas fazem parte do processo democrático".

Enquanto a Fifa faz suas contas, a ordem da cúpula da entidade é a de evitar as ruas e esconder qualquer sinal relacionado à organização. O Estado presenciou o momento em que funcionários do Copacabana Palace, quartel-general da entidade, foram instruídos a retirar bandeiras com o nome da Fifa dos mastros do hotel.

Publicamente, a Fifa faz uma verdadeira ofensiva para negar as informações que apontam para um possível cancelamento do torneio. Segundo a entidade, essa opção jamais foi debatida, mas a assessoria tem mentido sobre a realização de reuniões para tratar do assunto.

A Fifa reconhece, porém, que o presidente Joseph Blatter, agora na Turquia, tem sido informado sobre os últimos acontecimentos. A entidade insiste que a viagem estava planejada, mas o Estado apurou que o dirigente cancelou, de última hora, jantares com governadores nordestinos.


Nenhum comentário: