Google+ Badge

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Pente Fino



Pente Fino

A morte de Hugo Chávez não livrou as autoridades venezuelanas da paranóia anti-monitoramento. Uma equipe da Globo que participou da cobertura da Copa América de Basquete masculino, em Caracas, foi obrigada a abrir as bagagens onde carregava os equipamentos, na sexta-feira passada, quando voltava para o Brasil. Até aí, beleza.

Só que os policiais federais do aeroporto venezuelano exigiram que funcionários da emissora ligassem os laptops e exibissem os arquivos de vídeo com imagens dos jogos do Brasil até se certificarem que o foco da reportagem não havia ultrapassado os limites da quadra de basquete.

Os profissionais da equipe sequer podiam encostar nos equipamentos durante a revista. Os agentes de Nicolás Maduro pediam orientações para conseguir, eles próprios, ligarem o computador e acessar as imagens capturadas pela Globo.

Por Lauro Jardim - Revista Veja


Nota do Editor: A Globo depois de dizer no Jornal Nacional que se arrependeu em apoiar o Golpe Militar de 1964, e ter gozado das benesses do poder por todos esses anos, agora "lambe botas" dos bolivarianos e cubanos.

Nenhum comentário: